Série 03 - Recolha documental e apontamentos para a monografia da JNF

Zona de identificação

Código de referência

PT-AHS-ICS-ML-B-C-B-03

Título

Recolha documental e apontamentos para a monografia da JNF

Data(s)

  • [1977- 2006?] (Acumulação)

Nível de descrição

Série

Dimensão e suporte

5 pastas; papel.

Zona do contexto

Nome do produtor

(1938-2015)

Entidade detentora

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Recolha documental e apontamentos relacionados com a JNF:

Pasta 1 – Pasta intitulada “Batata-consumos”. Quadros com dados sobre: a importação e a exportação de batata e de tomate fresco; produções médias de batata, por região agrícola e por concelho, em 1945, 1950, 1960, 1965, 1967, 1970 e em 1975; produção e rendimento da batata, em 1973, por região e principais concelhos (dados apurados pelo INE); produção média de batata por região agrícola, retrospectiva de 1940 a 1975; preços médios, no produtor, de batata, por mês, entre 1943 e 1975; consumos de batata nos mercados de Lisboa e do Porto, entre 1940 e 1967.

Pasta 2 – Pasta intitulada “Batata-semente”. Dados sobre: variedades de batata cuja importação para semente foi autorizada; batata-semente importada, por variedades, nas campanhas entre 1940/1941 e 1976/1977; batata-semente importada, por variedades, com indicação dos países de proveniência e dos portos de entrada, em 1940, 1944/1945, 1945, 1949/1950, 1950, 1955/1956, 1964/1965, 1967/1968, 1970/1971, 1975/1976 e 1976/1977; batata-semente importada, por importadores e procedências, nas campanhas de 1953/1954, 1958/1959, 1960/1961, 1964/1965, 1969/1970, 1975/1976 e 1976/1977; batata-semente importada pelos organismos da lavoura entre 1971/1972 e 1976/1977; batata-semente importada, retrospectiva de 1941 a 1977.

Pasta 3 – Apontamentos e documentos recolhidos: apontamentos sobre a estrutura do historial da JNF e elenco de informações ainda a apurar; questionário sobre a batata-semente, a batata de consumo e os subsídios e créditos concedidos pela JNF; apontamentos sobre a história e estrutura da JNF, os problemas da batata e do tomate, entre outras notas feitas por Manuel de Lucena a respeito da JNF; legislação relativa à questão da batata com anotações e sublinhados de Manuel de Lucena (decreto-lei n.º 42516 de 19 de Setembro de 1959, portaria 680/71 de 7 de Dezembro, e portaria n.º 654/74 de 11 de Outubro); quadro com dados sobre as importâncias das vendas processadas pela JNF entre 1966 e 1975; quadros com dados relativos às fontes de receita da JNF entre 1970 e 1973, às suas despesas gerais entre 1971 e 1973 e às despesas de fomento entre 1963 e 1973, e gráficos sobre o movimento anual das maiores receitas entre 1963 e 1973; quadro que apresenta o número de inscritos na JNF, por distrito e por modalidade de inscrição; relatório sobre o apoio da JNF aos agentes da produção e da distribuição, apresentando dados relativos ao final da década de 1960 e até 1974/1975; lista de instalações de propriedade da JNF e mapa com a distribuição geográfica das suas infra-estruturas de comercialização.

Pasta 4 – Apontamentos e documentos recolhidos: apontamentos de Manuel de Lucena com correcções a fazer no historial da JNF (?); contabilização do pessoal da JNF em 1947, 1960 e 1970; relação dos dirigentes da JNF desde a fundação; “Nova Orgânica dos Serviços” da JNF em vigor a partir de 1 de Maio de 1970; “Fomento frutícola. Exposição feita pelo Secretário de Estado da Agricultura, Dr. João Mota Pereira de Campos, no Instituto Superior de Agronomia, em 3 de Abril de 1962” (Lisboa: Secretaria do Estado da Agricultura, [1962]); Fotocópia de notícia publicada no “Diário de Lisboa”, n.º 16990, ano 50.º, de 9 de Abril de 1970, intitulada “Fruta: Muitos exportam pouco”.

Pasta 5 – “Conclusões prévias relativas ao estudo da reestruturação em curso na J.N.F.”, documento enviado, a 3 de Abril de 1978, pelos Serviços Centrais da JNF para o Secretário de Estado do Comércio Interno para sua apreciação.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de organização

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Zona das notas

Nota

Localização física/cota(s): ML, Cx. 30, Mç. 1, Pastas 1 a 5.

Nota

Nota ao elemento de informação "Âmbito e conteúdo": Os apontamentos e recolhas reunidos na pasta 4 não se encontravam originalmente juntos numa só pasta, são avulsos da caixa que Manuel de Lucena intitulou “JNF”.

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assunto

Pontos de acesso - Local

Pontos de acesso - Nomes

Pontos de acesso - Género (tipologias documentais)

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS — ISAD(G): Norma Geral Internacional de Descrição Arquivística. Trad. Grupo de Trabalho para a Normalização da Descrição em Arquivo. 2.ª ed. Lisboa: Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo, 2002, 97 p.

DIREÇÃO GERAL DE ARQUIVOS; PROGRAMA DE NORMALIZAÇÃO DA DESCRIÇÃO EM ARQUIVO; GRUPO DE TRABALHO DE NORMALIZAÇÃO DA DESCRIÇÃO EM ARQUIVO – Orientações para a descrição arquivística. 2.ª v. Lisboa: DGARQ, 2007, 325 p.

Estatuto

Revisto

Nível de detalhe

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

Criação: 2017-03-02.
Revisão: 2017-08-27.

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Nota do arquivista

Descrição elaborada por Filipa Lopes.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Géneros relacionados

Locais relacionados