Colónias (Timor)

Área de elementos

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

    Nota(s) da fonte

      Mostrar nota(s)

        Termos hierárquicos

        Colónias (Timor)

        Colónias (Timor)

          Termos equivalentes

          Colónias (Timor)

            Termos associados

            Colónias (Timor)

              3 Descrição arquivística resultados para Colónias (Timor)

              3 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos
              Álbum Fontoura
              PT/AHS-ICS/AF · Fundo · 1936-1940

              Álbum «Colónia Portuguesa de Timor», mais conhecido por «Álbum Fontoura», nome do governador que o mandou elaborar em finais dos anos 30, e coincidindo, então, com a permanência em Timor de uma missão geográfica e geológica, chefiada pelo geógrafo Jorge Castilho.
              Contém 549 fotografias relativas a «grupos étnico-linguísticos e tipos em geral», «trajos, ornamentos, pertences e armas», «vida familiar e social», «formas de trabalho (…), arte indígena e instrumentos musicais» e «acção civilizadora e colonizadora».
              Este exemplar do álbum, recuperado após Abril de 1974 pelo antropólogo, professor António de Almeida, foi depositado no AHS, pela «Família Almeida», através do Doutor Pedro Cardim.


              «Colónia Portuguesa de Timor»
              (Álbum Álvaro Fontoura)

              O CD-ROM reproduz um dos exemplares do álbum que tem por título «Colónia Portuguesa de Timor», também conhecido por «Álbum Fontoura».
              O exemplar em causa engloba um mapa com a repartição dos vários dialectos por postos administrativos e 549 fotografias (de um total de 552), sendo umas de naturais de Timor, intituladas «Tipos característicos segundo algumas línguas indígenas» e «Tipos característicos em geral», incidindo outras sobre «trajos, ornamentos, pertences e armas», ou ainda sobre aspectos da «vida familiar e social» e da «acção civilizadora e colonizadora».

              As fotografias reportam-se, tudo o indica, aos anos de 1936 a 1940. Este período corresponde sensivelmente àquele em que o engenheiro e tenente-coronel do Exército Álvaro Eugénio das Neves Fontoura (1891-1975) foi governador de Timor (1936-1940) e a ele é atribuída a ideia da organização do álbum, pelo que este é conhecido pelo seu nome.

              Muitas das fotografias e a própria elaboração do álbum coincidiram também com a permanência no território de uma missão geográfica directamente dependente da Junta das Missões Geográficas e de Investigações Coloniais. Nomeada a 16 de Outubro de 1937 pelo Decreto-lei n.º 28 087, ela tinha por objectivo «realizar a geografia geral da colónia de Timor e em especial os estudos geodésicos, geológicos e cartográficos» (Diário do Governo, n.º 242, I Série). Esta missão a Timor foi, efectivamente, chefiada pelo geógrafo Jorge Castilho (1880-1943), que figura, aliás, numa das fotografias.
              Existem, tudo leva a crer, três exemplares deste álbum. Um fará parte dos fundos da antiga Agência Geral das Colónias, supondo-se que, actualmente, no Arquivo Histórico Ultramarino. Pelo menos, o antropólogo António Mendes Corrêa, ao reproduzir nos anos 40 algumas fotografias na sua obra "Timor Português. Contribuições para o seu Estudo Antropológico" (Lisboa, Imprensa Nacional, 1944), remetia para o exemplar que Álvaro Fontoura tinha oferecido à Agencia Geral das Colónias. Um segundo exemplar é provável que se encontre na posse dos descendentes de Álvaro Fontoura. O terceiro foi confiado, já depois de Abril de 1974 e em plena convulsão político-social em Timor, ao professor António de Almeida (1900-1984), antropólogo e director do Centro de Estudos de Antropobiologia da antiga Junta de Investigações do Ultramar, aquando da sua última missão científica àquele território, tendo-o então trazido para Portugal.

              Foi este último exemplar que o Doutor Pedro Cardim, em representação da família Almeida, depositou no Arquivo de História Social do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Foi também com base nele que se elaborou um fac simile e um CD-ROM, oferecidos ambos à República Democrática de Timor-Leste.

              O restauro do exemplar, bem como a elaboração do fac simile e do CD-ROM foram possíveis graças ao apoio financeiro concedido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, mais concretamente pelo Observatório das Ciências e Tecnologias (OCT) e pelo Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional (ICCTI)."

              Adapatado da apresentação no CD-Rom, datada de 28 de Novembro de 2002

              Fontoura, Álvaro.