Mostrar 851 resultados

Descrição arquivística
263 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais
"Portuguese and Colonial Bulletin"
PT/AHS-ICS/JL-MNA-88 · Série · 1965-1973
Parte de Colecção José Laranjo

O Portuguese and Colonial Bulletin foi publicado em Londres entre 1961 e 1974 pelo Grupo de Democratas Portugueses em Inglaterra (GPDI). Contém: vol. 9, nº2; jul. 1969; vol. 10, nº1; abr. 1970; vol. 10, nº2; jul. 1970; vol. 10, nº3; out. 1970; vol.11, nº1; jan. 1971; vol. 11, nº3; jul. 1971; vol. 11, nº4; out. 1971 e vol. 12, nº2; abr. 1972.

Grupo de Democratas Portugueses em Inglaterra
PT/AHS-ICS/MVC-FNT-4942 · Série · Julho 1969 - Fevereiro 1970
Parte de Colecção Manuel Villaverde Cabral

5 números dos cadernos necessarios, 3 exemplares do extra "Textos" número 1 "A proposito da pratica, A proposito da contradição - Mao Tse Tung", dois folhas duplicadas avulsas dos paginas 37-40 do número 5.

Textos no número 1:
“Situação e Perspectivas em Portugal”; Aproximações Críticas à Viagem de Marcelo Caetano ao Porto”; “Eleições 1969”; “Problemas Estudantis”; “O Colonialismo Português e os Movimentos de Libertação”; “Dicionário de Política”; “As Vias do Socialismo”. [http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=02241.006.001]

cadernos necessarios
Cadernos socialistas
PT/AHS-ICS/JL-OUTR-08 · Série · 1967-1969
Parte de Colecção José Laranjo

Existências: Nº1 (Julho de 1967) (repetido) e Nº2 (Março de 1968). N°3 (Fevereiro de 1969)
Nº1: "O fim de Salazar e a revolução em Portugal" (Manuel Sertório), "Notas para uma acção revolucionária" (Manuel de Lucena), "Estratégia de esquerda ou estratégia revolucionária" (António Frade), "Carta Aberta" (Sacuntala de Miranda)
Nº2 (2x): "Questões práticas e de organização", "A Igreja e o regime salazarista" (autores vários). "Notas para um novo conceito de cultura popular" (José Medina). "O colonialismo português após seis anos de guerra" (Manuel de Lucena). "A emigração portuguesa" (José da Silva).
N°3: "Conceptualização sociologica dos paises de cristandade" (Gabriel David), "Ideologia religiosa dos dirigentes da igreja portuguesa" (Octavio de Lemos), "Os cristãos na revolucão" (João da Costa Lopes), "Primordios do movimento operario cristão em Portugal" (Dr. Narciso Rodrigues), Os catolicos portugueses e a opção revolucionaria (Manuel de Lucena, Manuela Gomes), "A comuna de maio" (Victor Thomaz).

Cadernos Socialistas
Cadernos socialistas
PT/AHS-ICS/MVC-FNT-4941 · Série · 1968-1969
Parte de Colecção Manuel Villaverde Cabral

Existências: nº 2 (Mar.1968); nº 3 (Fev.1969). O último é subordinado ao título: «A Igreja em Portugal».

Cadernos Socialistas
PT/AHS-ICS/ML-B-A-AA · Subsubsecção · 1965-1976
Parte de Espólio Manuel de Lucena

Conjunto de documentação que abrange dois momentos do percurso profissional de Álvaro Abreu enquanto regente agrícola.
Circulares, ofícios, relatórios e publicações produzidos durante o período em que foi secretário geral da Corporação da Lavoura (1965-1974). Contém documentação referente à reestruturação da sede, guias de apresentação de engenheiros, pedidos de rescisão de contrato, etc
Circulares, ofícios e outra correspondência, relatórios, documentação referente a contabilidade e finanças e documentação profissional produzido no período em que fez parte da Comissão Liquidatária dos Grémios da Lavoura (1974-1976). Contém documentação sobre contabilidade e finanças da Comissão como extratos bancários, balancetes, diuturnidades, utilização de fundos, indemnizações a funcionários, etc.

Abreu, Álvaro
Paul VI: le monde est en danger.
PT/AHS-ICS/JB-IC-11 · Item · 1967-05-27
Parte de Colecção José Barreto

Número da revista "Paris Match" sobre a visita do Papa Paulo VI a Fátima; contém várias fotografias a cores dos peregrinos e da peregrinação.

Barreto, José
PT/AHS-ICS/PQ-J-331 · Série · 1909
Parte de Espólio Pinto Quartin

Existências: Nº 1 - Nº 6 (1909)

AMANHÃ – “Revista popular de orientação racional dirigida por Grácio Ramos e Pinto Quartim em Lisboa, de 1 de Junho a 15 de Agosto de 1909, seis números.
Periódico anarquista, foca temas de actualidade na época: faz a apologia do amor livre, do divórcio, da pedagogia libertária, do ateísmo e da nova ortografia.
Apresenta artigos de grande qualidade.
Eis um excerto do editorial:
«Quem somos? Somos os precursores do futuro, os precursores do amanhã. O que queremos? Queremos pão, liberdade, ciência e bem-estar para todos os que compõem a família humana. Queremos que a cada indivíduo assegurado seja o seu máximo de felicidade.»
Noutro passo, afirma-se nomeadamente que a revista se publica «rompendo com todo o passado, sem respeitar nem ídolos, nem deuses, nem dogmas, nem preocupações» e que tem como objectivo supremo a instrução científica e racional do povo. Este periódico constitui um importante acervo das ideias progressistas do início do século.
No número inaugural Tomás da Fonseca publica um excerto dos Sermões da Montanha, Emílio Costa o artigo «Eduquemos Sempre»; no n.º 4 homenageia-se o geógrafo anarquista Elisée Reclus. Principais colaboradores: António Altavila (3), Augusto Casimiro (3P), Bento Faria (2P), Coriolano Leite (6P), Dikran Elmassian (6), Elisée Reclus (4), Emílio Costa (1), José Bacelar (1C, 4P), Kropotkine (4), Manuel Ribeiro (1P), Pinto Quartim (1,5), Tomás da Fonseca (1)”.

In PIRES, Daniel, Dicionário da Imprensa Periódica Literária Portuguesa do Século XX (1900-1940), Lisboa, Grifo, 1996, pp. 64-65.

Ramos, Grácio.
Espólio Deolinda Lopes Vieira
PT/AHS-ICS/DLV · Fundo · 1888 - 1958

A documentação reunida segue de perto a trajectória biográfica de Deolinda Lopes Vieira: professora primária na Escola-Oficina n. 1 ( de influência anarquista e libertária) e no ensino oficial, dedicou-se à educação de crianças do ensino primário e infantil, colaborando em revistas pedagógicas; militante feminista, participou na organização de várias associações, entre elas o Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas, desde a sua fundação em 1914 até à extinção em 1946; e na maçonaria feminina – Loja Humanidade do Direito Humano – desde a sua fundação em 1923. Alguma da documentação foi identificada como tendo pertencido a Adolfo Lima (1874-1943), figura destacada do grupo de pedagogos anarquistas portugueses da primeira metade do século XX, com quem a família Quartim privou de perto. Outra é dirigida ou pertenceu a António Pinto Quartim, nomeadamente correspondência ou documentos pessoais, como por exemplo a carteira profissional de jornalista. Sempre que tal acontece remete-se a consulta para o Espólio Pinto Quartim, já à guarda do AHS desde 1979.

Vieira, Deolinda Lopes.
SEEPE Information n. 6.
PT/AHS-ICS/JL-ME-SEEPE-097 · Item · 1968-12
Parte de Colecção José Laranjo

"Le salazarisme sans Salazar" - Número dedicado à análise dos primeiros meses do governo de Marcelo Caetano.

SEEPE - Secretariado dos Encontros dos Estudantes Portugueses no Estrangeiro
Colecção Manuel Villaverde Cabral
PT/AHS-ICS/MVC · Fundo · 1967-1970

Agrega documentação sobre a extrema-esquerda; e séries de fontes para a história do século XX doados nos anos 1980, incluindo também documentação de projectos que coordenou, como o European Social Survey (2002-3), e a cerca de 2 dezenas de encontros científicos até 2012.

Cabral, Manuel Villaverde.
"Luta Comum"
PT/AHS-ICS/JL-EE-CCTPI-5 · Item · 1975-1982
Parte de Colecção José Laranjo

Boletim dos Trabalhadores Portugueses em Inglaterra. Editado pela Comissão Coordenadora dos Trabalhadores Portugueses em Inglaterra.
Existências Nº1 (Dezembro de 1975) a Nº 4 ( Abril de 1976); Junho, Outubro a Dezembro de 1977; Nº 10 (Fevereiro de 1978), Nº12 (Abril de 1978) a Nº 20 (Março de 1979); Nº 22 (Maio de 1979) a Nº27 (Janeiro-Fevereiro 1980); Nº 29 (Março 1980) a Nº38 (Março de 1982); Nº40 (Junho de 1982) e Nº41 (Novembro de 1982)

Portuguese Workers Coordinating Committee / Comissão Coordenadora dos Trabalhadores Portugueses em Inglaterra
Espólio Pinto Quartin
PT/AHS-ICS/PQ · Fundo · 1883-1970

Espólio pessoal de António Tomás Pinto Quartin, constituido quer por documentação de natureza pessoal, quer por panfletos, brochuras, jornais, revistas, e alguns objectos que foi acumulando. Espelha a actividade jornalística e política de Pinto Quartin, contendo ainda correspondência pessoal com políticos e intelectuais da época, e vários dos seus interesses culturais, com especial ênfase no teatro. Espelha também a relação conjugal de longa data (de 1916 a 1970) com Deolinda Lopes Vieira (1888 - 1993), professora primária.
Reúne fontes de grande potencial para a história social e política dos últimos anos da Monarquia Constitucional e da I República e para o estudo da Oposição política ao Estado Novo, cobrindo sensivelmente o período que vai de finais do século XIX até aos anos 50 do século XX.

Quartin, António Tomás Pinto.
«O PAIGC vencerá!»
PT/AHS-ICS/FP-MNA-05 · Item · 1973-01
Parte de Colecção Fátima Patriarca

Comunicado do Comité de Apoio aos Desertores Portugueses em França, sobre a morte de Amílcar Cabral

PAIGC - Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde
«Solidaridad»
PT/AHS-ICS/CAHS-MNA-151 · Item · 1970
Parte de Colecção Arquivo de História Social

2.º Ano, n.ºs 1-2. Órgão da Federação Mundial da Juventude Democrática. Assinala a passagem de um ano sobre as Conferências de Kartoum e do Cairo, a jornada de solidariedade com o MPLA, a morte de Eduardo Mondlane (presidente da FRELIMO), entrevista com Aristides Pereira (PAIGC).

Federação Mundial da Juventude Democrática