Mostrar 485 resultados

Descrição arquivística
92 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais
Colecção Raul da Silva Pereira
PT/AHS-ICS/RSP · Fundo · 1970-1984

Comunicados, propostas, e folhas informativas, produzidos entre 1970 e 1984 por sindicatos de diversas empresas, tal como a Philips, a Caixa Geral de Depósitos (inclui período como Delegado na Junta de Salvação Nacional, 1974), ou o Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas; SAMS - Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas.

Pereira, Raúl da Silva.
Coleção Ana Vicente
PT/AHS-ICS/AV · Fundo · 1885-1982

Conjunto de publicações preservadas por Ana Vicente, cujo eixo temático é o género feminino. Tratam-se de publicações maioritariamente produzidas no contexto português, contendo também publicações de âmbito internacional (França, Espanha e Inglaterra).

Vicente, Ana
Espólio Pinto Quartin
PT/AHS-ICS/PQ · Fundo · 1883-1970

Espólio pessoal de António Tomás Pinto Quartin, constituido quer por documentação de natureza pessoal, quer por panfletos, brochuras, jornais, revistas, e alguns objectos que foi acumulando. Espelha a actividade jornalística e política de Pinto Quartin, contendo ainda correspondência pessoal com políticos e intelectuais da época, e vários dos seus interesses culturais, com especial ênfase no teatro. Espelha também a relação conjugal de longa data (de 1916 a 1970) com Deolinda Lopes Vieira (1888 - 1993), professora primária.
Reúne fontes de grande potencial para a história social e política dos últimos anos da Monarquia Constitucional e da I República e para o estudo da Oposição política ao Estado Novo, cobrindo sensivelmente o período que vai de finais do século XIX até aos anos 50 do século XX.

Quartin, António Tomás Pinto.
OMA (Organização da Mulher de Angola)
PT/AHS-ICS/JL-MNA-59 · Item · 1971;1973
Parte de Colecção José Laranjo

6 números avulso, editados pela Secção Dar es Salaam da Organização da Mulher de Angola (n.º 1 - 1973; n.º 3, s.a.; n.º 1/71; s.n.º)

OMA - Organização da Mulher Angolana
PT/AHS-ICS/PQ-J-298 · Item · 1885
Parte de Espólio Pinto Quartin

Existências: numero prospecto (1885); 1º anno, Nº 1 - Nº 7 (1885 - 1886). A partir do Nº 2, passa a ser impresso no Atheneu Operário: Cooperativa de Produção Typographica, e do Nº 6 passa a ser impresso na Typographia Luso-Brasileira

Associação Propagadora do Livre Pensamento
Espólio Deolinda Lopes Vieira
PT/AHS-ICS/DLV · Fundo

A documentação reunida segue de perto a trajectória biográfica de Deolinda Lopes Vieira: professora primária na Escola-Oficina n. 1 ( de influência anarquista e libertária) e no ensino oficial, dedicou-se à educação de crianças do ensino primário e infantil, colaborando em revistas pedagógicas; militante feminista, participou na organização de várias associações, entre elas o Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas, desde a sua fundação em 1914 até à extinção em 1946; e na maçonaria feminina – Loja Humanidade do Direito Humano – desde a sua fundação em 1923. Alguma da documentação foi identificada como tendo pertencido a Adolfo Lima (1874-1943), figura destacada do grupo de pedagogos anarquistas portugueses da primeira metade do século XX, com quem a família Quartim privou de perto. Outra é dirigida ou pertenceu a António Pinto Quartim, nomeadamente correspondência ou documentos pessoais, como por exemplo a carteira profissional de jornalista. Sempre que tal acontece remete-se a consulta para o Espólio Pinto Quartim, já à guarda do AHS desde 1979.

Vieira, Deolinda Lopes.
PT/AHS-ICS/DIV-06-04 · Subsérie · 2024-05-22 - 2024-09-30
Parte de A Divulgação AHS/ICS-ULISBOA

Reúne materiais gerados pela Exposição “A Paz, o Pão, Habitação…”: Valores de Abril em Autocolantes; Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, 22 de maio de 2024 a 30 de Setembro de 2024; Curadoria: Inês Ponte, Annarita Gori, João Pedro Santos, AHS/ICS-ULisboa

"Através de autocolantes que fazem parte do acervo do Arquivo de História Social do ICS-ULisboa, esta exposição evoca os valores fundamentais de Abril: a Paz, o Pão, a Habitação, a Saúde e a Educação, como expressa a canção “Liberdade” escrita por Sérgio Godinho, há 50 anos. Quantos destes valores parecem hoje estar ainda por cumprir? Em jeito de balanço sobre os desafios que ainda se colocam aos valores de Abril, a exposição dialoga também com recursos visuais contemporâneos. Apropriando-nos dos autocolantes, na época um meio de divulgação comum, esta exposição sobre a intemporalidade dos valores de Abril é também uma forma de celebrarmos a expressão popular.
“A Paz, o Pão, Habitação…”: valores de abril em autocolantes tem por base a coleção de autocolantes proveniente de António Costa Pinto, investigador do ICS-ULisboa".

Ponte, Inês
Documento 8
PT/AHS-ICS/PQ-CP-014-8 · Item · s.d.
Parte de Espólio Pinto Quartin

Esboço de reportagem sobre almoço de homenagem a Cunha Leal, restaurante no Lumiar, cerca de 700 convivas, acolhidos por Mendes Cabeçadas.

«Memorandum»
PT/AHS-ICS/JL-MNA-31 · Item · 1971-07-06
Parte de Colecção José Laranjo

Memorando das Brigadas das Mulheres em Angola - UNITA - ao encontro em Tirana - Albânia.

UNITA - União Nacional para a Independência Total de Angola
Newsletter #22 setembro 2021
PT/AHS-ICS/DIV-04-22 · Item · 2021-09
Parte de A Divulgação AHS/ICS-ULISBOA

texto de divulgação do acervo do AHS, sobre brochura do espólio de Pinto Quartin com os estatutos da Sociedade Portuguesa de Vegetarianismo, por Joana Bénard da Costa, revisão de Rita Almeida de Carvalho.

Joana Bénard da Costa