Mostrar 1224 resultados

Descrição arquivística
55 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais
Comité de Soldados de Vigilância ao Comando.
PT/AHS-ICS/ACP-030 · Série · 1974
Parte de Colecção António Costa Pinto

Contém:
Soldado Vigilante / Comité de Soldados de Vigilância ao Comando. - [s.nº, Ago.197?], 197?;
[Comunicado] / Comité de Soldados de Vigilância ao Comando. - Leiria : Jul.1974. - Direito ao fim de semana, abolição da formatura hora a hora, melhores condições de higiene; melhor alimentação;
Manifesto / Comité de Soldados de Vigilância ao Comando. - Leiria : 27 Jul.1974. - Os soldados e a política, fim da guerra colonial, melhores ranchos, instalações e salários, RDM.

Comité de Soldados de Vigilância ao Comando
PT/AHS-ICS/CS-454 · Item · 1974-05-06
Parte de Colecção Augusto de Azeredo Costa Santos

Informação sobre Superpraças Regedor - Estabelecimentos de Alimentação, SARL: negociações do caderno reivindicativo, saneamentos da administração e da direcção, greve. Inclui duas exposições dos trabalhadores à administração, 11-06-1974 e 17-06-1974; cartas dos trabalhadores à administração, 20-06-1974 e 25-06-1974; carta da administração à Comissão de Trabalhadores, 25-06-1974

PT/AHS-ICS/CS-456 · Item · 1974-05-06
Parte de Colecção Augusto de Azeredo Costa Santos

Informação sobre Supermercados A. C. Santos, SARL.: caderno reivindicativo, greve, fuga de administrador. Inclui acordo entre a administração e os trabalhadores, 23-05-1974, comunicado da Comissão de Pessoal deliberando o encerramento dos estabelecimentos, 15-06-1974, carta dos trabalhadores da empresa ao Ministro do Trabalho, 17-05-1974; rascunho do acordo entre a administração e os trabalhadores; "Acta da reunião realizada a 19-06-1974 nos SAS entre os trabalhadores e a Administração (…)"; "Acordo entre os Trabalhadores e a Administração de A. C. Santos, SARL

PT/AHS-ICS/CS-511 · Item · 1974-06
Parte de Colecção Augusto de Azeredo Costa Santos

Informação sobre a empresa Cimentos Leiria - Maceira - Liz: reivindicações dos trabalhadores, irregularidades praticadas em matéria de retribuição especial por isenção de horário de trabalho de despromoções. Inclui "Assembleia Geral dos Trabalhadores da E. C. L., com a finalidade de analisar a proposta da sua administração, face ao programa das reivindicações apresentado em 11 de Maio de 1974", 23-05-1974; "Reivindicações dos Trabalhadores da Empresa de Cimentos de Leiria", "Reunião da Comissão Representativa dos Trabalhadores da Fábrica Liz, com a Administração da E. C. L.", 20-05-1974; carta da Comissão de Trabalhadores da empresa remetendo acta de reunião com a administração e respectiva acta da "2.ª reunião da Comissão Representativa dos Trabalhadores da Empresa de Cimentos de Leiria, Fábrica de Maceira- Lis, com a Administração da E. C. L.", 06-06-74

PT/AHS-ICS/CS-380 · Item · 1974-06
Parte de Colecção Augusto de Azeredo Costa Santos

Informações sobre: a possibilidade de integração no salário mínimo da alimentação e da habitação (troca de informações entre os Serviços de Acção Social e a Direcção dos Serviços de Trabalho do Ministério do Trabalho); proposta apresentada por um elemento do Sindicato das Costureiras (garantia de trabalho de 4 dias); sector do vestuário (Sogantal); despedimentos colectivos

Contra a fábrica.
PT/AHS-ICS/JB-ME-AAEF-24 · Item · 1970
Parte de Colecção José Barreto

Reprodução de texto de Simone Weil de 1934 sobre o trabalho nas fábricas.

Associação Académica do ISCEF/ISE
Comunicado: "Apoio às operárias da Sogantal"
PT/AHS-ICS/FP-EE-MES-19 · Item · 1974
Parte de Colecção Fátima Patriarca

Comunicado do MES - Faro.
A luta das operárias da Sogantal, fábrica de confecções de capital francês no Montijo com mão-de-obra totalmente feminina, foi uma das lutas sociais emblemáticas do processo revolucionário. Perante a ameaça de encerramento da empresa, as operárias ocupam e assumem a produção e gestão da fábrica e a comercialização da produção.

PT/AHS-ICS/FP-PhP-596 · Item · [1974]
Parte de Colecção Fátima Patriarca

Elogio ao trabalho dos delegados à Comissão de Trabalhadores e à Direcção da Philips Portuguesa, reconhecimento da Comissão de Trabalhadores como interlocutor junto da Direcção, abolição da confidencialidade dos vencimentos, aumento das retribuições (Contrato Colectivo de Trabalho), férias, subsídio de férias, despedimentos, serviços de reprografia, sala para reuniões, Regulamento Interno das Organizações Philips, cedências de 2 dias por mês aos delegados, delegados sindicais, Comissão de Saneamento, Comissão de Legislação de Trabalho, formação profissional, Fábrica de Ovar e Filial do Porto, reclassificação sindical.

Comissão de Trabalhadores da Philips Portuguesa