Item 40 - Táctica e estratégia das AE.

Zona de identificação

Código de referência

PT-AHS-ICS-VMF-ME-AEL-40

Título

Táctica e estratégia das AE.

Data(s)

  • 1965 (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

1 doc.; papel

Zona do contexto

Nome do produtor

(1946 -2021)

História biográfica

Licenciado em Direito e doutorado em Sociologia Política pela Universidade de Lisboa, e com agregação em Instituições Políticas pela Universidade Nova de Lisboa, Luís Salgado Matos ingressou no ICS em 1982.

Da sua vasta obra publicada merecem especial destaque o livro "Investimentos Estrangeiros em Portugal" (Seara Nova 1972), obra pioneira de investigação sobre o enquadramento internacional da economia portuguesa, e o livro "O Estado de Ordens" (Imprensa de Ciências Sociais 2004), onde expõe a sua abordagem original sobre as articulações entre Igreja, Forças Armadas e Estado.

Para Salgado Matos são estas instituições triangulares que estão na base da formação das estruturas políticas das sociedades contemporâneas e que imprimem sentido às suas rotinas organizativas. A sua análise (desenvolvida em diversos livros e artigos) é fundamentada num aprofundado trabalho empírico sistemático sobre estas instituições que garantem a identidade (Igreja), a segurança (Forças Armadas) e a reprodução (Estado) do sistema político.

Luís Salgado Matos era dotado de uma vasta e plurifacetada cultura literária e académica nos múltiplos domínios das ciências sociais. E exibia um enorme sentido de humor e sentido crítico em relação às próprias instituições que o acolheram e que muito beneficiaram dos seus contributos reflexivos. Articulava investigação académica com observação participante das instituições que tão bem analisou.

Nas décadas de 1960 e 1970 colaborou com regularidade nas revistas O Tempo e o Modo e Seara Nova. Foi membro do Governo de Transição de Moçambique (1974-1975), presidente do Instituto Português de Cinema e da administração do Teatro Nacional São Carlos e do Porto de Lisboa (1983-1993). Foi também consultor do ministro da Defesa Nacional, Júlio Castro Caldas (2000), e do Presidente da República, Jorge Sampaio (entre 2001 e 2006). https://www.ics.ulisboa.pt/info/breve-biografia-0

Luís Salgado de Matos foi coordenador do Seminário Permanente sobre o Estado e as Igrejas, uma parceria entre o CEHR e o Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa (UL), que concretizou três projetos de investigação (2006-2015). Publicou, entre outras, ‘A Separação do Estado e da Igreja’ (2011) e ‘Cardeal Cerejeira: um patriarca de Lisboa no século XX português’ (2018). O seu percurso biográfico é também marcado pelo envolvimento na revista Seara Nova e no jornal O Tempo e o Modo (sob o pseudónimo de Luís Amado de Passos) além de ter sido preso pela PIDE em 1965, quando era estudante da Faculdade de Direito.

Nome do produtor

História administrativa

Entidade detentora

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Análise e perspectivas para 1965-66 dos objectivos estratégicos e tácticos das associações de estudantes.

Avaliação, seleção e eliminação

Incorporações

Sistema de organização

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

    Sistema de escrita do material

      Notas ao idioma e script

      Características físicas e requisitos técnicos

      Instrumentos de descrição

      Zona de documentação associada

      Existência e localização de originais

      Existência e localização de cópias

      Unidades de descrição relacionadas

      Descrições relacionadas

      Zona das notas

      Nota

      Localização: VMF-ME caixa 1

      Identificador(es) alternativo(s)

      Pontos de acesso

      Pontos de acesso - Local

      Pontos de acesso - Nomes

      Pontos de acesso de género (tipologias documentais)

      Identificador da descrição

      Identificador da instituição

      Regras ou convenções utilizadas

      Estatuto

      Nível de detalhe

      Datas de criação, revisão, eliminação

      Línguas e escritas

        Script(s)

          Fontes

          Área de ingresso