Item 148 - «TriContinental Outpost»

Open original Objeto digital

Zona de identificação

Código de referência

PT-AHS-ICS-CAHS-MNA-148

Título

«TriContinental Outpost»

Data(s)

  • post. 1969 (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

1 doc. (4 fl.); papel

Zona do contexto

Nome do produtor

(1966-1973)

História administrativa

A Organização de Solidariedade com os Povos de África, Ásia e América Latina (OSPAAAL) surgiu no início de 1966 na sequência da Primeira Conferência Tricontinental realizada em Janeiro daquele ano em Havana, Cuba, que reuniu mais de 500 representantes de cerca de 80 países socialistas, movimentos de guerrilha e anticoloniais, entre os quais organizações das ex-colónias portuguesas (Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe). Marcada pela Conferência de Bandung e pela solidariedade afro-asiática que pretende alargar à América Latina, a OSPAAAL deriva da Organização de Solidariedade com os Povos Afro-Asiáticos, conhecida como OSPAA e fundada em 1957.
Marxista, socialista, revolucionária, anti-imperialista e anticolonialista a OSPAAAL procurará apoiar diversas lutas de libertação pelo mundo ao longo de décadas.
Tanto a OSPAAAL como a sua publicação, a revista “Tricontinental”, produziram inúmeros cartazes e material de propaganda visual que se distinguem pelo experimentalismo, multiplicidade de técnicas usadas, riqueza do grafismo e qualidade do design.

Nome do produtor

(1966-1973)

História administrativa

A Conferência Tricontinental (Primera Conferencia de Solidaridad de Los Pueblos de Africa, Asia, America Latina), da qual emergiu a Organização de Solidariedade com os Povos de África, Ásia e América Latina (OSPAAAL), realizou-se em Janeiro de 1966 em Havana, Cuba, reunindo mais de 500 representantes de cerca de 80 países socialistas e de movimentos de guerrilha e anticoloniais, entre os quais organizações das ex-colónias portuguesas (Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe). A Conferência deu origem à revista “Tricontinental”, publicação de esquerda revolucionária, socialista, anticolonialista e anti-imperialista, editada pelo Secretariado Executivo da Tricontinental e, depois, pela (OSPAAAL), a partir de Havana. A sua publicação iniciou-se em Abril de 1966 tornando-se, de forma duradoura, uma das principais referências no pensamento marxista e anticolonial dando eco e apoio a vários processos de luta, nomeadamente nas colónias portuguesas. A Tricontinental trilha dinâmicas como as da Conferência de Bandung ou do Movimento dos Países Não-Alinhados e, combinando o anti-imperialismo e o socialismo, preconizava a solidariedade afro-asiática forjada em Bandung alargada à América Latina. Viria a ter forte influência no desenvolvimento do movimento dos Países Não-alinhados e nas lutas anti-imperialistas e anticoloniais internacionalmente, bem como na teorização do “terceiro mundo” e do Sul enquanto projectos políticos.

Entidade detentora

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Newsletter n.º 3. Subordinada ao tema "Unita captured Nato arms in Angola"

Avaliação, seleção e eliminação

Incorporações

Sistema de organização

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

    Sistema de escrita do material

      Notas ao idioma e script

      Características físicas e requisitos técnicos

      Instrumentos de descrição

      Zona de documentação associada

      Existência e localização de originais

      Existência e localização de cópias

      Unidades de descrição relacionadas

      Descrições relacionadas

      Zona das notas

      Identificador(es) alternativo(s)

      Pontos de acesso

      Pontos de acesso - Local

      Pontos de acesso de género (tipologias documentais)

      Identificador da descrição

      Identificador da instituição

      Regras ou convenções utilizadas

      Estatuto

      Nível de detalhe

      Datas de criação, revisão, eliminação

      Línguas e escritas

        Script(s)

          Fontes

          Objeto digital (Matriz) zona de direitos

          Objeto digital (Referência) zona de direitos

          Objeto digital (Ícone) zona de direitos

          Área de ingresso