Item 134 - O Século / redactor principal Magalhães Lima. Lisboa : [s.n.]

Zona de identificação

Código de referência

PT-AHS-ICS-PQ-J-134

Título

O Século / redactor principal Magalhães Lima. Lisboa : [s.n.]

Data(s)

  • 1891 - 1924 (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

varios exemplares Jornais; papel

Zona do contexto

Nome do produtor

(1880 - 1977)

História administrativa

O Século foi um jornal diário matutino de Lisboa, publicado entre 8 de junho de 1880 e 12 de fevereiro de 1977, data em que foi suspenso.

Foi fundado pelo jornalista Sebastião de Magalhães Lima, formado em Direito pela Universidade de Coimbra, estando ligado ao Partido Republicano Português. Durante a sua existência foi o jornal de referência e grande rival do Diário de Notícias, tendo cobrido eventos como a queda da monarquia, a participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial, o 28 de maio de 1926, a Segunda Guerra Mundial, e o 25 de abril de 1974.

Tinha uma revista semanal intitulada inicialmente Illustração Portugueza, propriedade de J.J. da Silva Graça, que foi também seu diretor. Entre os seus editores contaram-se José Joubert Chaves e António Maria Lopes.

Vários foram os números especiais e suplementos editados pelo jornal, entre eles: O Século. Número extraordinário e O Século. Suplemento publicados em junho de 1940.

Na década de 1960, desempenhou um papel de inovação gráfica no jornalismo português, com capas marcantes e uso intenso da fotografia. Sob a direção de Francisco da Mata, publicou artigos sobre temas como a Guerra do Vietname e a luta pelos direitos civis nos Estados Unidos.

O Século foi detido pela Sociedade Nacional de Tipografia antes do 25 de abril, tendo cessado a sua publicação em fevereiro de 1977, devido às dificuldades sentidas nos anos anteriores. Duas décadas mais tarde, em 1998, foi fundada a Fundação "O Século", para prosseguir e desenvolver a obra social do jornal, iniciada em 1927 com a criação da sua Colónia Balnear Infantil.

As fotografias das edições publicadas estão no Arquivo de Fotografia de Lisboa e constituem uma importante fonte de pesquisa.

Entidade detentora

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Existências: 11º Anno, Nº 3230 (1891); 15º Anno, Nº 4717, Nº 4716; 16º Anno, Nº 5132; 30º Anno, N 10407; 32º anno, Nº 10824, Nº 10823; 34 º Ano, Nº 11635, Supl. Aux Nº 15088 (1891-1924)

Avaliação, seleção e eliminação

Incorporações

Sistema de arranjo

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

    Sistema de escrita do material

      Notas ao idioma e script

      Características físicas e requisitos técnicos

      Instrumentos de descrição

      Zona de documentação associada

      Existência e localização de originais

      Existência e localização de cópias

      Unidades de descrição relacionadas

      Descrições relacionadas

      Zona das notas

      Nota

      Exemplar truncado.

      Identificador(es) alternativo(s)

      Pontos de acesso

      Pontos de acesso - Local

      Pontos de acesso - Nomes

      Pontos de acesso de género (tipologias documentais)

      Identificador da descrição

      Identificador da instituição

      Regras ou convenções utilizadas

      Estatuto

      Nível de detalhe

      Datas de criação, revisão, eliminação

      Línguas e escritas

        Script(s)

          Fontes

          Área de ingresso