Item 001 - GAC - Que a voz dos artistas sirva sempre os explorados

Original Objeto digital not accessible

Zona de identificação

Código de referência

PT-AHS-ICS-ACP-ICON-AUT-06-001

Título

GAC - Que a voz dos artistas sirva sempre os explorados

Data(s)

  • s.d. (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

1 autocolante

Zona do contexto

Nome do produtor

(1974 - 1978)

História administrativa

Grupo de Acção Cultural - Vozes na Luta (GAC) foi criado em maio de 1974 por José Mário Branco, Fausto, Tino Flores e Afonso dias após uma sessão musical em Almada. Nos textos produzidos pelo grupo, são apresentadas duas razões determinantes para a sua criação. Para além da queda da ditadura, é referida a necessidade sentida de se formar um corpo de artistas militantes do povo e das suas lutas. Cumprindo esse desígnio, o grupo desmultiplicou-se em sessões de apoio e de solidariedade, atuando nas fábricas em greve, nas empresas ocupadas ou junto das comissões de trabalhadores, sendo que nos dois primeiros anos de atividade realizou mais de 500 sessões de Canto Popular em Portugal e algumas no estrangeiro. O GAC apoio diversas lutas marcantes do período revolucionário (1974-1975), destacando-se a luta dos moradores de vários bairros camarários do Porto ou a greve de cerca de três semanas dos trabalhadores do jornal do Comércio.

Os primeiros singles do grupo são editados em 1975 e reunidos no LP "A Cantiga É Uma Arma". Em Novembro desse ano, o GAC é um dos grupos que apoia o lançamento da PRÒ-FAPIR (Frente de Artistas Populares e Intelectuais Revolucionários). Em 1976 lançou o seu segundo álbum "Pois Canté". O GAC editará ainda os álbuns "Vira Bom" e "Ronda da Alegria" e terminaria em 1978.

Entidade detentora

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Autocolante do Grupo de Acção Cultural.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de organização

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Zona das notas

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Local

Pontos de acesso - Nomes

Pontos de acesso - Género (tipologias documentais)

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Objeto digital (Matriz) zona de direitos

Objeto digital (Referência) zona de direitos

Objeto digital (Ícone) zona de direitos

Zona da incorporação

Pessoas e organizações relacionadas

Géneros relacionados

Locais relacionados